Até que seu vestido seja vendido (ou se simplesmente vc quer guardá-lo), tenha todo o cuidado para armazená-lo, evitando assim, possíveis manchas amarelas, mofo, dobras e até traças! Faremos uma série de posts sobre esse assunto, que parece simples, mas requer muita atenção!

Vamos as dicas básicas:

  1. Sempre guarde seu vestido lavado. De preferência, lavado logo após o uso, e em lavanderia profissional e especializada em tecidos delicados. Para quem vai vender, encare o custo da lavagem como um investimento! A probabilidade de uma interessada comprar seu vestido limpo e cheirosinho é bem maior! E no caso das noivas: Vai sair da festa direto para a lua de mel? Então, deixe sua mãe, irmã ou madrinha com essa tarefa. Quanto antes o vestido for lavado, maiores são as chances de qualquer mancha ser retirada na lavagem.

      2. Não guarde o vestido embrulhado em plástico ou com capas de plástico. Sabe aquela capinha de plástico que vem da lavanderia? Retire-a. Plásticos geram umidade, abafam o tecido e favorecer o aparecimento de fungos e traças.

      3. O local precisa ser longe da luz, sem umidade e arejado! A luz contribui para as temidas manchas amarelas, e a umidade para o aparecimento de mofo.

      4. Ventilação: Retire seu vestido do armário para arejá-lo de tempos em tempos, e aproveite para verificar as condições do tecido e surgimento de manchas.

      5.  Produtos anti mofo podem e devem ser utilizado no ambiente que o vestido será guardado (dentro do armário, por exemplo), mas nunca em contato direto com o vestido.

Em resumo, as melhores formas de armazenar seu vestido são pendurados com capas de TNT (tecido-não-tecido) ou em caixas com papel anti ácido. No próximo post falaremos melhor sobre essas duas opções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *